15 de out de 2013

Deu no Correio Popular: Enchente preocupa morador de Barão Geraldo

Enchente preocupa morador de Barão Geraldo

Correio Popular (Campinas) - Caderno Cidades - A16

12/10/2013 - Inaê Miranda

Moradores e comerciantes do distrito de Barão Geraldo, em Campinas, se organizam para cobrar uma solução para as constantes enchentes na região da Estrada da Rhodia, na altura das ruas Maria Tereza Dias da Silva e Dr. Heitor Nascimento. Eles colhem assinaturas e preparam o documento para entregar ao subprefeito Valdir Terrazan, solicitando a implementação de obras que permitam o escoamento das águas do Ribeirão das Pedras.

Eles também cobram ações da concessionária Rota das Bandeiras, que vai assumir a conservação de três estradas vicinais dentro de Campinas, entre elas a Estrada da Rhodia. A concessionária aguarda assinatura da Prefeitura para firmar o convênio.

As inundações já são um problema histórico e assola não apenas os moradores, como os motoristas que precisam passar pela estrada, por onde flui todo o trânsito do distrito. “O ribeirão transborda e fica irreconhecível no período de cheias e algumas casas são inundadas”, afirmou Eduardo Pinheiro-Bazém, que é morador da Rua Heitor Nascimento e diretor de comunicação da Associação Ambientalista Mata do Quilombo. Ele diz que as galerias estão obstruídas, apesar do esforço dos moradores, que procuram manter as margens do córrego sempre limpas. “Vem resíduo desde a nascente e tem pessoas que trazem de longe e jogam aqui”.

Algumas galerias do ribeirão foram obstruídas com madeiras e uma delas com a estrutura de uma caçamba. “Entendemos que estamos sujeitos às intempéries, mas aqui qualquer chuvinha inunda as ruas. Já tivemos carros levados pela água, pessoas que quase se afogaram”, disse. Preocupados com as chuvas de verão, os moradores iniciaram o abaixo-assinado. “Algumas folhas foram distribuídas pela comunidade, comércio e condomínios do distrito, na região mais afetada pelas inundações. Só estamos esperando ganhar corpo para entregar ao subprefeito”, afirmou Bazém.

Morador da Rua Maria Tereza há 23 anos, Alcides Carrasco Cantareiro fez uma verdadeira fortaleza em sua casa depois de ter prejuízos com inundações. “No começo não sabia do problema e perdi móveis. Depois fui adaptando a casa.” Por causa das inundações, ele mudou a entrada da garagem e elevou os acesso ao imóvel em quase meio metro. “Venho lutando com isso há 23 anos. Entra e sai político e ninguém faz nada”, contou Cantareiro, que já ajudou a socorrer uma motorista presa em alagamento.

“Meu irmão mora quatro ruas acima e é obrigado a mudar o caminho porque a Estrada da Rhodia fica intransitável”, afirmou a veterinária Anna Graciela Oliveira Santos.

Fernanda Jaubult, proprietária de uma loja de artigo para pets disse que já teve a loja inundada. “Pelo menos uma vez por ano a gente tem dor de cabeça com enchente aqui. A rua inteira alaga quando chove e a gente é obrigado a tirar as mercadorias para não ter prejuízos. Quando chove forte na região do bairro Santa Genebra é certeza de que aqui vai inundar”, afirmou. O Ribeirão das Pedras nasce no Alto Taquaral, passa pelo Jardim Santa Genebra, por baixo da Rodovia D. Pedro I e chega ao distrito.

Obras

O subprefeito de Barão Geraldo Valdir Terrazan disse que são necessários a abertura do canal e o aumento do número de aduelas e que já encaminhou o pedido de elaboração de projeto e de licença ambiental à Secretaria de Infraestrutura. “É um trecho bastante complicado do ponto de vista de operação de trânsito, mas a maior questão é ambiental”, disse.

A Secretaria de Infraestrutura, por sua vez, diz que há estudos, mas não projetos definidos. De acordo com a pasta, serão necessárias obras de macrodrenagens, que são caras e que, com o orçamento em mãos, a Prefeitura deverá buscar recursos junto a outros governos, à iniciativa privada, ou firmar convênios.

Fonte: Correio Popular

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...